Nenhum comentário

Ano novo e novos hábitos

Novos hábitos no ano novo - homem praticando corrida

 O começo de um novo ano encoraja muitas pessoas a se desafiarem e fazerem planos de mudanças de hábitos em suas vidas, seja iniciar uma dieta, começar a fazer atividades físicas e etc..  O fato é que a mudança de um hábito é bastante desafiadora e, nem sempre, essas promessas saem do campo das ideias.

 Você já se questionou o porquê de não conseguir alcançar algumas metas? Mesmo que a intenção de mudança seja verdadeira, o fato é que — depois de muitas tentativas frustradas — é preciso avaliar os hábitos que não nos fazem bem e traçar uma estratégia para uma mudança de hábito verdadeira.

Por que mudar os hábitos

Existem hábitos cotidianos que roubam nossa paz e nem sempre conseguimos perceber. São coisas simples, mas que sempre acabam ocasionando em algum problema maior, ou congestionamentos no dia a dia.

Eu nem precisava ter explicado para você que um hábito ruim pode destruir muitos de seus sonhos.

Você com certeza já passou por alguma situação onde pôde aprender isso na pele.

E infelizmente, todos nós, em algum momento da vida, cultivamos hábitos nocivos, seja comer açúcar demais, fumar ou não acreditar no próprio potencial.

Insistir em velhos hábitos, que não fazem bem e não contribuem para o seu bem-estar, é o mesmo que fechar os olhos para não enxergar um problema maior que está por vir.

Comece o novo ano com uma mudança de hábito significativa em sua vida!

Veja 13 passos bastante simples para mudar seus hábitos de forma efetiva

Todo o poder de saber como mudar hábitos está na sua cabeça. O copo está meio cheio ou meio vazio sempre dependendo da sua perspectiva.

Mas além de trabalhar seu subconsciente para finalmente sair da inércia, vou apresentar a você alguns passos que uso para mudar um hábito ruim.

  1. Substitua um hábito ruim por um hábito novo.
  2. A mudança de hábito depende da sua força de vontade, por isso evite mudar vários hábitos de uma vez só. Economize suas forças e procure mudar passo a passo.
  3. Planejamento é tudo! Defina uma data para iniciar sua nova rotina. Saber gerenciar o próprio tempo é requisito fundamental.
  4. Não tenha pressa de começar. Planeje com cuidado qual o objetivo da mudança e como você vai colocá-la em prática.
  5. Não seja perfeccionista. Durante o processo de mudança você pode escorregar eventualmente. Ao não aceitar o erro, você pode, por um pequeno deslize, colocar tudo a perder.
  6. Mentalize que sua mudança dará certo. Mesmo que você já tenha fracassado na tentativa de mudar esse hábito antes e falhou na missão. Você pode desenvolver uma crença que nunca será bem-sucedido e pôr tudo a perder.
  7. Comece com um hábito fácil. Ao invés de fazer academia 5 vezes na semana, comece com apenas 3 dias e vá aumentando aos poucos.
  8. Divida seu hábito em blocos de tempo. Quer ler 100 páginas de um livro por dia? Que tal começar com 50 de manhã e 50 antes de dormir.
  9. Se sentir dificuldade de continuar com o novo hábito, peça ajuda a alguém de confiança para “fiscalizar” o que você está fazendo.
  10. Aprenda a conviver com os sabotadores. Começou uma nova dieta? Se prepare para lidar com aquelas pessoas que vão afirmar que você não precisa emagrecer ou que “só um pedacinho não engorda”. Não precisa se isolar do mundo, mas tenha maturidade para não deixar este tipo de comentário afetar sua disciplina.
  11. Use e abuse das recompensas. Conseguiu chegar ao final de semana sem faltar um dia sequer na academia? Permita usufruir de uma recompensa, algo que seja valioso para você, mas que não estrague todo seu progresso.
  12. Assuma um compromisso de mudar um hábito publicamente, seja na sua página do Facebook ou em um grupo de Whatsapp. Garanto que você vai pensar duas vezes antes de não cumprir o combinado.
  13. Tenha muito claro o por quê você quer mudar o hábito em questão. Com um propósito forte e bem definido, suas chances de voltar atrás são menores.

Dicas

Não se compare com outras pessoas

De maneira geral, é natural que o ser humano se compare eventualmente a seus semelhantes. Quando esse comportamento não causa estragos em sua autoestima e nem interfere em sua capacidade de prosseguir a vida, não representa algo grave. A comparação passa a ser nociva quando ocupa muito tempo dos pensamentos do indivíduo e lhe consome a energia que deveria ser aplicada a produção de coisas positivas para si mesmo.

Priorize suas metas

A força de vontade é um recurso finito. Resistir a tentações drena nossa força de vontade, o que nos deixa vulneráveis a influências que reforçam comportamentos impulsivos.

Um erro comum é ser muito ambicioso nas resoluções do Ano Novo. É melhor estabelecer prioridades e focar na mudança de apenas um comportamento, aos poucos, até finalmente substituir o hábito problemático. Dietas muito rigorosas, por exemplo, requerem muita força de vontade.

Mude sua rotina

Os hábitos fazem parte das nossas rotinas. Isso quer dizer que uma mudança na rotina ocasionará na adoção de novos hábitos. Saia da zona de conforto com mais frequência. Force a si mesmo a se adaptar a novas circunstâncias.

Rotinas devem ser montadas com cuidado, uma vez que elas melhoram a produtividade e ajudam a estabilizar a vida.

O ambiente em que estamos inseridos também afeta nossas rotinas. Comemos pipoca no cinema, mas não na sala de reunião. Usar a influência de fatores externos também é uma possibilidade para mudar hábitos: diminuir o tamanho das marmitas que você leva ao trabalho ou dos pratos nos quais você se serve pode ser uma forma de evitar comer em excesso.

Conclusão

Para ter uma melhora significativa em todas as áreas da sua vida, você não precisa mudar todos os maus hábitos de uma vez.

Entretanto, tenha em mente o objetivo de mudar os hábitos mais graves e prejudiciais primeiro. Já que serão eles os responsáveis pelas maiores mudanças.

Se não conseguir, comece pelo básico, mas não deixe de se dedicar aos bons hábitos.

Aliás, lembre-se que você é o único responsável pela sua vida e seu sucesso.

Você também pode gostar
Saúde

Você também pode se interessar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
Fale com um consultor