Nenhum comentário

Ansiedade: metade dos brasileiros sofre com esse mal no ambiente de trabalho

mulher trabalhando sentada com ansiedade

A Aberje (Associação Brasileira de Comunicação Empresarial) realizou pesquisa recente que mostrou que 52% dos trabalhadores no Brasil está sofrendo de ansiedade no ambiente de trabalho.

Já 47% dos entrevistados relataram que se sentem cansados com frequência, enquanto 22% relataram desânimo e outros 21% relataram frustração.

Para 89% dos profissionais entrevistados, a falta de empatia dentro das empresas foi relatada como um fator importante.

A pesquisa foi aplicada em empresas nacionais e multinacionais de pequeno, médio e grande portes, da maioria dos setores da economia, sendo presente nas cinco regiões do país.

Os dados mostram que dos dez estados emocionais mais citados pelos funcionários entrevistados, cinco correspondem a sentimentos ligados a necessidades não atendidas, sendo que os dois mais identificados são ansiedade e cansaço, seguidos de apreensão, desânimo e frustração, explicado pela falta de empatia. Quando as necessidades são atendidas, os sentimentos que surgem são despreocupação, segurança, calma, realização e satisfação, ou seja, os menos mencionados na pesquisa.

O que é ansiedade?

A Associação Brasileira de Psiquiatria afirma que ansiedade é um sentimento vago e desagradável de medo, apreensão, caracterizado por tensão ou desconforto derivado de antecipação de perigo, de algo desconhecido ou estranho.

A ansiedade é um sentimento natural, que faz parte da vida de qualquer ser humano. É uma emoção normal que todos teremos em algum momento de nossas vidas diante de dúvidas ou problemas cotidianos.

Por mais que seja considerado um sentimento natural, é preciso estar atento aos sinais físicos e mentais desencadeados pela ansiedade, uma vez que ela pode acabar progredindo para problemas mais graves como: depressão, síndrome do pânico, transtorno no sono, entre outros.

Sintomas de Ansiedade

Sintomas psicológicos da ansiedade

  • Constante tensão ou nervosismo
  • Sensação de que algo ruim vai acontecer
  • Problemas de concentração
  • Medo constante
  • Descontrole sobre os pensamentos, principalmente dificuldade em esquecer o objeto de tensão
  • Preocupação exagerada em comparação com a realidade
  • Problemas para dormir
  • Irritabilidade
  • Agitação dos braços e pernas.

Sintomas físicos da ansiedade

  • Dor ou aperto no peito e aumento das batidas do coração
  • Respiração ofegante ou falta de ar
  • Aumento do suor
  • Tremores nas mãos ou outras partes do corpo
  • Sensação de fraqueza ou fadiga
  • Boca seca
  • Mãos e pés frios ou suados
  • Náusea
  • Tensão muscular
  • Dor de barriga ou diarreia.

Como a ansiedade afeta seu desempenho no trabalho


A forma de reagir aos problemas e situações do dia a dia é bastante individual e cada pessoa reage de uma certa maneira. Por exemplo, algumas pessoas quando ansiosas ficam mais retraídas e se distanciam dos seus, evitam ambientes com muitas pessoas. Outras passam a confrontar mais seus superiores e colegas de trabalho, criando situações de conflito no ambiente de trabalho.

Como forma de aliviar a ansiedade, muitos passam a ter comportamentos destrutivos como: envolvimento com drogas, fumo, bebidas alcóolicas, comida em excesso, etc. Outros buscam uma distração que as faça esquecer seus problemas, como: passar horas nas redes sociais, em jogos eletrônicos, etc.

Embora todas as estratégias e comportamentos mencionados acima possam trazer certo alívio momentâneo, os problemas e tensões não serão resolvidos e a pessoa terá diversos prejuízos em sua vida, tanto pessoal quanto profissional.

A ansiedade faz diminuir a concentração e afeta a confiança do profissional, e como resultado, essa pessoa terá sua produtividade no trabalho prejudicada. Com seu desempenho piorando, novas preocupações podem surgir, como o medo se ser mandado embora, o que faz com que o quadro de ansiedade piore cada vez mais.

Dicas para te ajudar a controlar a ansiedade no trabalho

  • Faça pausas curtas e regulares durante sua rotina
  • Faça uma lista de atividades diárias e siga a sua agenda com disciplina
  • Pare de procrastinar
  • Faça atividades físicas regularmente
  • Pare de pensar no futuro, foque no presente
  • Alimente-se de forma saudável
  • Desenvolva o autoconhecimento
  • Capacite-se cada vez mais, busque novos conhecimentos

Mais dados sobre a ansiedade no ambiente de trabalho

Ainda de acordo com a pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial os trabalhadores se sentem mais conectados aos seus colegas de trabalho mais próximos do que de seus líderes. Eles se entendem entre si, conseguem resolver conflitos, porém quando líderes e empresa estão envolvidos esse processo não é executado com tanta efetividade.

De forma geral, os colaboradores não se sentem representados por seus líderes e alto escalão das empresas.

Para Pamela Seligmann, especialista em Comunicação Não Violenta (CNV), os resultados da pesquisa indicam que as empresas precisam trabalhar a percepção dos colaboradores de que está sendo uma ouvinte das necessidades dos seus funcionários. “Isso altera o sentimento de confiança, de participação, orgulho de participar, conhecimento, lugar para dar opiniões e ideias, envolvimento, motivação, tudo o que tem a ver com o clima da organização”, disse.

Para implantar as melhores ações em saúde e qualidade de vida com resultados comprovados conte com a Contrei! Entre em contato conosco! Será um prazer ajudar!

Fontes:
www.agenciabrasil.com.br
www.tuasaude.com.br
www.abp.org.br

Você também pode gostar

Você também pode se interessar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu