Nenhum comentário

Dicas para reduzir o absenteísmo na sua empresa

Cadeira vazia no escritório - absenteísmo

Infelizmente várias empresas passam por um problema bastante recorrente em relação a seus funcionários. No dia-a-dia começam a acontecer atrasos e faltas sem aviso, acarretando diversos transtornos e deixando a equipe na mão, sendo assim uma das maiores causas de queda de produtividade nas empresas.

O significado de absenteísmo é a abstenção das atividades e/ou funções as quais uma pessoa é responsável. Ao deixar de comparecer habitualmente ao trabalho, deixando de realizar suas obrigações, uma pessoa está praticando o absenteísmo.

No ambiente de trabalho os atrasos e faltas frequentes, podendo ser justificadas ou não, caracterizam bem o absenteísmo. São casos de negligência dos colaboradores e até mesmo atitudes deliberadas para provocar uma demissão.

Se um colaborador costuma se atrasar ou se ausentar com grande frequência, ele acaba se tornando um problema para os gestores e para o bom funcionamento daquela empresa, uma vez que não executará os projetos designados a ela.

De qualquer forma, os gestores de pessoas e recursos humanos precisam buscar entender quais as causas desses comportamentos em seus colaboradores, pois nem sempre as faltas e atrasos são ocasionados por má fé. Em muitos casos há razões mais profundas que precisam ser entendidas, para que a empresa possa ajudar essas pessoas. A melhoria da qualidade de vida dos colaboradores beneficia não somente os mesmos, mas também a empresa, pois funcionários motivados produzem mais.

O absenteísmo acaba por ser um bom indicador para medir a satisfação e o clima organizacional das empresas.

Números do absenteísmo no Brasil

Segundo o site da ANAMT (Associação Nacional de Medicina do Trabalho) 45% dos casos de ausência de funcionários ao trabalho não têm justificativa. Ficou constatado através de pesquisa, que as principais razões para a falta ao trabalho são doenças e cirurgias relacionadas à coluna vertebral e fraturas ou lesões nos membros inferiores.

Outras patologias responsáveis por afastar trabalhadores do serviço incluem depressão, conjuntivite e tendinite nos membros superiores.

Principais tipos de absenteísmo

O absenteísmo pode ocorrer de diversas formas. No final das contas, a ausência do colaborador do seu local trabalho é sempre o resultado.

Essas faltas podem ser definidas como justificadas, injustificadas e emocionais. Entenda melhor:

Absenteísmo justificado

O absenteísmo justificado é toda ausência/abstenção que a empresa consegue mensurar, uma vez que que o colaborador justifica o motivo de sua falta. Esse tipo de absenteísmo ocorre em sua grande maioria por questões de saúde, quando um profissional fica doente e precisa ir a uma consulta médica.

Além disso a falta justificada também pode ter motivos pessoais, como falecimento de algum familiar, casamento e etc.

Sendo assim, nesses casos, a empresa fica sabendo do motivo da falta e pode posicionar outro profissional para suprir a falta do outro, sem ter prejuízos em sua organização e produção.

Absenteísmo injustificado

O absenteísmo injustificado ocorre quando o colaborador se ausenta de suas atividades sem dar uma satisfação aos seus superiores. Esse é o tipo de absenteísmo mais complicado de ser analisado pelos empregadores, pois pode ter causas mais profundas e até exteriores ao ambiente de trabalho como problemas familiares, uso de álcool e drogas, depressão, entre outros.

Além das faltas injustificadas, também podem ocorrer atrasos constantes que não são esclarecidos e nem atestados por médicos. Assim nunca se sabe se a pessoa está falando a verdade.

Absenteísmo emocional

Outro tipo de absenteísmo é o emocional. Esse ocorre quando o colaborador não falta fisicamente ao seu local de trabalho, mas por algum motivo não está desempenhando suas funções. Geralmente esse tipo de absenteísmo é causado por problemas psicológicos, como depressão, falta de motivação, estresse, burnout, entre outros.

Outro nome dado ao absenteísmo emocional é o presenteísmo, nome dado ao fenômeno de se estar de corpo presente no ambiente de trabalho, mas, por vários motivos o profissional não tem produtividade.

Compreender as causas do presenteísmo pode esclarecer muito sobre a qualidade do ambiente organizacional e sobre a saúde mental dos funcionários da empresa, que também tem sofrido grande impacto nesse período de pandemia da COVID-19.

Veja alguns dos principais motivos que causam o absenteísmo

  • Doenças e problemas de saúde;
  • Falta de motivação;
  • Baixa expectativa de crescimento profissional;
  • Fatores emocionais como estresse e a depressão;
  • Maternidade ou paternidade;
  • Problemas pessoais;
  • Desejo de ser demitido;
  • Assédio moral;
  • Assédio sexual.

Como diminuir o absenteísmo na sua empresa?

1. Invista no bem-estar dos colaboradores

Um ambiente de trabalho que se preocupa com o bem-estar dos colaboradores está intimamente relacionado ao aumento da produtividade da equipe.

Ambientes saudáveis estimulam as pessoas a trabalharem mais engajadas, com maior motivação. Quando o colaborador entende que a empresa se importa com a sua satisfação pessoal, resulta em maior produtividade, podendo aumentar significativamente a retenção de talentos, desenvolver carreiras a longo prazo e diminuir a rotatividade de pessoal.

2. Incentive uma alimentação de qualidade

É importante mantermos uma alimentação saudável e balanceada, preferencialmente com um acompanhamento nutricional. Isso é a base para manter nosso organismo forte, fornecendo os nutrientes necessários para realizarmos as atividades do nosso dia a dia com eficiência.

Fatores como a obesidade, insônia e doenças crônicas podem desencadear muitas vezes em altos índices de afastamentos e até mesmo dificuldades na execução das atividades laborais. E a má alimentação contribui bastante no surgimento desses fatores.

Ofereça um programa de reeducação alimentar, incentive os colaboradores a ter uma alimentação mais saudável. Todos tendem a ganhar com os inúmeros benefícios.

3. Ofereça um plano de saúde

É preciso compreender que os colaboradores não desejam somente o salário fixo, pois existem alguns aspectos que tornam o vínculo com a empresa mais atrativo e aumentam a satisfação dos profissionais. Oferecer benefícios extras, como um plano de saúde, faz com que eles se sintam mais valorizados e motivados para trabalhar.

4. Crie um bom clima organizacional

Ambientes desorganizados, desestimulantes e com pessoas desmotivadas devido a problemas de relacionamento impactam negativamente no bem-estar dos colaboradores, resultando no aumento do absenteísmo.

Realize uma pesquisa de clima organizacional para saber como seus funcionários se sentem no ambiente profissional e  certifique-se de resolver as questões apontadas pelos funcionários.

Incentive os colaboradores a manterem o local de trabalho limpo e organizado, faça mediação de problemas de relacionamento entre os profissionais. Ofereça uma infraestrutura digna, com equipamentos de qualidade e móveis ergonômicos para que todos tenham boas condições para desempenhar suas funções.

5. Flexibilize a jornada de trabalho

Muitas empresas têm a possibilidade de flexibilizar o horário de trabalho, incentivando uma melhor gestão do tempo dos funcionários, inclusive para que possam se dedicar à família e a si mesmos.

A pandemia da COVID-19 mostrou que a atuação em home office pode funcionar muito bem, desde que os colaboradores sejam gerenciados de forma eficiente e mantenham a produtividade efetiva.

A redução do absenteísmo está diretamente ligada a um bom relacionamento entre colaboradores e gestores.

Ambientes saudáveis, com bom clima organizacional, que ofereça a devida segurança com ações de prevenção, tendem a resultar em colaboradores mais satisfeitos e estimulados, mantendo uma motivação positiva e consequentemente melhorando os resultados da empresa. Todos ganham!

Agora que você entende as principais causas do absenteísmo e aprendeu estratégias para afastar esse tipo de situação, entre em contato com a Contrei! Somos especialistas e aplicamos as melhores práticas de medicina do trabalho e segurança do trabalho. Clique aqui e fale com um consultor.

Você também pode gostar
Medicina do Trabalho

Você também pode se interessar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
Fale com um consultor