Nenhum comentário

Ginástica laboral: O que é e qual sua importância

Ginastica Laboral

As doenças ocupacionais, ou seja, doenças que surgem a partir das práticas cotidianas dentro do ambiente de trabalho, são consideradas um dos principais motivos para o afastamento do funcionário em uma empresa. E para evitar que esse tipo de problema aconteça e, com isso, melhorar a qualidade de vida dos funcionários, existe uma alternativa muito eficaz, a Ginástica Laboral.  

Veja nesse post a importância da ginástica laboral para os funcionários, e como ela pode afetar positivamente a empresa.

 O que é a ginástica laboral?

Ginástica laboral basicamente consiste na prática de ginásticas dentro do ambiente de trabalho. Ela é destinada especificamente aos funcionários e envolve técnicas de respiração, alongamentos, reeducação da postura e trabalhos musculares.

Essa ginástica deve ser feita sobre a supervisão de um profissional da área, que coordena a atividade no horário de expediente dos funcionários. Dessa forma, a atividade é adaptada para o ambiente e para o público interessado.

O tempo médio de duração da ginástica laboral é de quinze minutos e pode ser feita diariamente.  Porém, a duração e a frequência da atividade podem variar conforme a necessidade de cada empresa.

 Qual o objetivo da ginástica laboral?

O objetivo da ginástica laboral é usar a ginástica como uma ferramenta para relaxar e preparar o corpo e a mente dos funcionários antes, durante e após suas atividades. Ela também serve para melhorar o relacionamento entre os funcionários e a empresa. Além disso, a ginástica laboral se baseia em dois pontos, que são a prevenção e correção.

1.    Prevenção

Um dos objetivos da ginástica laboral é prevenir possíveis problemas de saúde causados no trabalho. Para isso, recorre-se aos exercícios que melhoram a resistência respiratória, cardiovascular e osteomuscular dos funcionários. 

Além disso, a ginástica laboral utiliza também de exercícios que ajudam a aumentar a coordenação motora e o condicionamento físico.

2.    Correção

A ginástica laboral busca também corrigir os efeitos negativos das atividades feitas durante o trabalho.   Nesse caso a ginástica laboral busca fortalecer a musculatura do funcionário, diminuir dores e problemas nas articulações.

 

Quais os tipos de ginástica laboral?

Existem 3 tipos de ginástica laboral. Elas podem ser definidas em ginástica laboral de preparação, de compensação e de relaxamento.

Preparatória

A ginástica preparatória realiza os exercícios antes ou no início da jornada de trabalho preparando, assim, os funcionários para as atividades do trabalho.

Os exercícios feitos na ginástica preparatória, têm como objetivo:

  • Alongar os músculos;
  • Aumentar a circulação do sangue;
  • Despertar a mente;
  • Aumentar a disposição;
  • Elevar a concentração.

 Compensatória

A ginástica compensatória é realizada no meio da jornada de trabalho, ou seja, é uma pausa no trabalho. Os exercícios feitos nesse tipo de ginástica laboral buscam atingir alguns pontos, como:

  • Compensar os esforços repetitivos;
  • Reparar os músculos;
  • Corrigir vícios de postura
  • Dar disposição para o resto do expediente.

Relaxamento

A ginástica de relaxamento é feita no final da jornada de trabalho, para relaxar os músculos exigidos nas tarefas durante o expediente.  Os exercícios feitos na ginástica laboral de relaxamento, buscam:

  • Prevenir lesões nos músculos;
  • Reduzir o estresse;
  • Minimizar a sensação de esgotamento;
  • Aumentar a sensação de bem-estar.

Vale ressaltar que, independentemente do tipo de ginástica laboral, todos atuam na prevenção e correção de problemas dos funcionários.

 Por que a ginástica laboral é importante?

A ginástica laboral é muito importante tanto para a empresa quanto para o funcionário. Para a organização a ginástica laboral contribui em larga escala, pois ajuda a aumentar a produtividade de toda a equipe aumentando assim os lucros.

Já para o funcionário, a importância da ginástica laboral se dá pelo fato de que essa atividade ajuda a prevenir dores e futuros problemas de saúde. Além disso, a atividade influencia diretamente no desempenho do funcionário e gera uma grande satisfação de ambas as partes.

Além do mais, a ginástica laboral possui muitos outros benefícios para os colaboradores e para a empresa, como:

·         Reduz as abstenções

Por ser uma atividade que corrige e previne lesões dos funcionários, a ginástica laboral consequentemente diminui os números de afastamento médico e gastos com as despesas médicas.

·         Ajuda a prevenir acidentes de trabalho

Essa atividade influencia diretamente no aumento da concentração e também na melhora do sistema neuro motor do funcionário colaborando, assim, para a prevenção de acidentes decorrentes de desequilíbrios, concentração de alguma carga ou de esforços repetitivos.

·         Promove a melhoria do clima organizacional da empresa

Os exercícios trabalhados contribuem também para a melhoria do clima da empresa. Através de dinâmicas de recreação a ginástica melhora o relacionamento dos funcionários dentro do local de trabalho. E aumenta também a satisfação deles com a empresa, transformando assim o ambiente de trabalho.

·         Aumenta a produtividade e o desempenho

Como já foi dito, um dos principais benefícios da ginástica laboral é o aumento da produtividade dos funcionários.  Os exercícios laborais ajudam a manter a equipe sempre motivada e disposta. Além disso, eles também combatem o estresse, que é o principal inimigo da produtividade.

·         Melhora a imagem da empresa

Além de lucrar mais com o aumento da produtividade, a empresa que fornece ginástica laboral para os seus funcionários ganha também na valorização da imagem.  Essa empresa passa a ser vista como inovadora e mostra também a preocupação com a saúde dos funcionários, aumentando assim a valorização e competitividade no mercado.

·         Reduz o turnover

Turnover é a entrada e saída de colaboradores em uma empresa, ou seja, é a rotatividade de funcionários.  Uma alta taxa de turnover significa que a empresa não é tão boa assim com os funcionários.   

A ginástica laboral ajuda a empresa a manter seus colaboradores interessados e motivados, que consequentemente colabora para a diminuição da taxa de turnover.

Conclusão

Como vimos, a ginástica laboral é uma boa alternativa para a prevenção das doenças ocupacionais.  Além disso, atualmente um funcionário que desenvolva alguma doença ocupacional possui os mesmos direitos do que funcionários envolvidos em acidentes de trabalho, o que pode custar muito caro para a empresa.   

Sendo assim, é importante implementá-la agora mesmo para ter acesso a todos benefícios que a ginástica laboral pode proporcionar para o seu empreendimento.

Você também pode gostar

Você também pode se interessar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
Fale com um consultor