Nenhum comentário

Qual a relação entre saúde e segurança do trabalho?

relação entre saúde e segurança do trabalho

A Segurança do Trabalho é responsável por criar medidas que devem ser adotadas pelas empresas para preservar o bem-estar físico e mental do colaborador e protegê-los de qualquer acidente no ambiente de trabalho.

Como funciona a relação da saúde no trabalho?

A saúde no trabalho se conecta com a qualidade de vida dos colaboradores de uma empresa, qualidade essa que abrange sua saúde mental, física e social.

Para a saúde de cada colaborador ser avaliada, é necessário fazer alguns exames obrigatórios:

Exame admissional: feito antes do colaborador entrar na empresa e começar a fazer as atividades da sua função.

Exame periódico: feitos enquanto o colaborador está na empresa, podendo ser semestral, anual e bienal.

Mudança de função: O exame médico de mudança de função, será obrigatoriamente realizado antes da data da mudança. Conforme NR-7, entende-se por mudança de função toda e qualquer alteração de atividade, posto de trabalho ou de setor que implique a exposição do trabalhador a risco diferente daquele a que estava exposto anteriormente à mudança.

Exame de retorno de função: feito quando o colaborador retorna à empresa devido um afastamento de 30 dias ou mais, causado por doença ou acidente, de natureza ocupacional ou não, ou parto.

Exame demissional: realizado em até 10 (dez) dias contados a partir do término do contrato.

Qual a relação da Saúde e Segurança do Trabalho?

Saúde e Segurança do Trabalho devem andar juntas, promovendo ambientes de trabalho seguros e melhores. Antigamente o trabalho era visto com o objetivo de apenas sustentar e ajudar na sobrevivência, mas hoje ele engloba outras vertentes, como a satisfação pessoal e satisfação emocional, relacionada diretamente com a área da saúde. Condições ruins de trabalho impactam a saúde do colaborador, prejudicando-o, fazendo assim, com que a empresa também sinta um impacto negativo em sua produtividade. Por isso, unir essas 2 áreas é tão importante para uma empresa, tendo entre outras vantagens:

  • Reduzir os riscos de acidente no trabalho;
  • Diminuir o número de doenças ocupacionais;
  • Promover melhores condições psicológicas e físicas para todos os colaboradores;
  • Elaborar planos de riscos, para melhorar a organização da empresa e também o sentimento de segurança em todos;
  • Reduzir ou até mesmo exterminar gastos de multas e indenizações devido descumprimento das normas regulamentadoras;
  • Aumento da produtividade dos colaboradores que agora terão uma boa qualidade de vida.

Existem algumas Normas Regulamentadoras que estão relacionadas diretamente a saúde e segurança do trabalho, são elas:

NR5: Regulamenta a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), que deve manter contato estreito e permanente com o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT);

NR6: Regulamenta os Equipamentos de Proteção Individual (EPI), que são equipamentos de uso de cada colaborador para proteger a sua saúde e integridade física em seu local de trabalho;

NR7: Estabelece o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), que se refere à obrigatoriedade de exames médicos;

NR9: Estabelece o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA), que estuda os riscos ambientais que podem causar danos à saúde do colaborador;

NR17: Estabelece a Análise Ergonômica, que identifica os objetos utilizados pelo colaborador em sua rotina de trabalho.

Higiene do Trabalho: como cuidar dos seus colaboradores

A Higiene do Trabalho faz parte da ciência de segurança e medicina do trabalho, ela tem como objetivo detectar e controlar fatores que podem prejudicar o colaborador de uma empresa, como doenças físicas e mentais e desconforto de qualquer forma. A Higiene do Trabalho é dividida em 3 etapas:

Reconhecimento: essa etapa tem por objetivo procurar no ambiente de trabalho agentes causadores de um possível prejuízo da saúde dos colaboradores;

Avaliação: nessa etapa todos os dados coletados na etapa anterior são testados, tanto quantitativamente, quanto qualitativamente;

Controle: tendo algum risco identificado, nessa etapa é feito medidas que eliminem ou minimizem o risco.

Quais as responsabilidades do RH com a Segurança do Trabalho?

De acordo com o Ministério da Previdência Social, em um ano foram registrados mais de 720 mil casos de acidentes e doenças do trabalho, entre os profissionais assegurados da Previdência. Um dado muito preocupante para qualquer profissional de RH, não é? Muitas empresas não possuem pessoas para substituir os colaboradores acidentados, por isso, é fundamental o RH da sua empresa fazer uma boa gestão de saúde e segurança do trabalho.

Muitas vezes as empresas terceirizam esse serviço, pois não possuem uma equipe responsável por isso, assim, é extremamente importante o profissional de RH centralize e tenha exatidão em todas as informações internas da sua empresa para que o terceirizado entenda e consiga realizar o seu trabalho.

O profissional de RH é fundamental para promover o bem-estar e a saúde de todos os colaboradores de uma empresa, sendo responsável por todas as ações que englobam essa área, mesmo se for por uma empresa terceirizada.

A relação entre saúde e segurança do trabalho é algo muito importante para a sua empresa pensar e investir, não é mesmo? Com a junção dessas duas áreas, os seus colaboradores irão ser mais produtivos e mais felizes, assim como a sua empresa irá colher melhores resultados e um ambiente de trabalho agradável.

Precisa de uma consultoria em segurança do trabalho? Conte com a Contrei, clique aqui  e converse com um consultor e invista na qualidade de vida de todos os colaboradores da sua empresa.

Você também pode gostar

Você também pode se interessar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
Fale com um consultor