Nenhum comentário

SIPAT: Tudo que você precisa saber e como promovê-la

Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho

Quem trabalha em uma empresa lidando com a gestão de pessoas e cuidando da saúde dos trabalhadores entende bem a importância da SIPAT para a minimização dos riscos de doenças ocupacionais e acidentes de trabalho. 

Nem sempre o ambiente de trabalho é adequado, tanto em termos de infraestrutura quanto psicológica, expondo os trabalhadores a estresse, bem como cansaço e desconforto durante a execução de suas atividades.

Tanto a falta de ergonomia, quanto a exposição a situações adversas no trabalho pode comprometer a saúde dos funcionários e aumentar as chances de acidentes e doenças ocupacionais. Para diminuir esse risco, a NR 05 exige que seja promovida uma Semana Interna de Prevenção de Acidentes do trabalho, anualmente.

Nesse post, você entenderá do que se trata a SIPAT, qual sua importância, como ela funciona e ainda receberá dicas de organização para criar a sua. Continue lendo e descubra mais sobre o assunto:

 O que é e quem é responsável pela SIPAT

SIPAT significa Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho e consiste, como o próprio nome diz, em uma semana voltada a prevenção de doenças ocupacionais e acidentes no ambiente de trabalho.

A necessidade de realização da SIPAT está descrita na Norma Regulamentadora N°05, que exige que a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) das organizações fiquem responsáveis por organiza-la e a oferece aos funcionários ao menos uma vez ao ano.

Essa comissão deve ser composta por representantes do empregador e dos empregados, que juntos devem definir atividades e palestras para conscientizar e educar os trabalhadores a respeito da segurança no meio ambiente de trabalho e saúde.

 Por que é importante fazer a SIPAT

Realizar a SIPAT é importante pois ela ajuda a empresa a promover a prevenção de acidentes, segurança e saúde no ambiente de trabalho, alertando todos os funcionários sobres os riscos. E ensinando aos funcionários as práticas corretas que devem ser implementadas durante as atividades diárias.

Com isso é possível incentivar os trabalhadores a adotarem uma atitude vigilante quanto aos riscos que eles podem correr durante o trabalho e corrigir práticas nocivas, que possam causar danos à saúde deles e, consequentemente, prejuízo para a empresa.

 O que se fala na SIPAT

Durante a Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT) a empresa deve desenvolver palestras sobre diversos temas com a finalidade de conscientizar os colaboradores da empresa sobre a importância da prevenção de acidentes e demais cuidados com a saúde.

Alguns dos temas que podem ser tratados durante a SIPAT são:

  • Segurança como um estilo de vida e não uma obrigação;
  • Atitudes que podem desmotivar colaboradores e como combate-las;
  • Alcoolismo, drogas ilícitas e a falta de cuidados no trânsito;
  • Doenças sexualmente transmissíveis e valorização da vida;
  • Alimentação equilibrada e outros hábitos saudáveis;
  • Meio ambiente e impacto ambientais gerados pelo homem no mundo;
  • Superação e a importância de tomar atitudes corretas no dia a dia;
  • Ergonomia no meio ambiente de trabalho;
  • Hipertensão bem como outras doenças graves;
  • Como melhorar seus relacionamentos com base em dois princípios: respeito e comunicação.

Esses são apenas alguns exemplos. Além deles existem vários outros que você pode ministrar durante a SIPAT. Por isso, pesquise bem e defina quais se encaixam melhor na sua empresa e tem maior chance de ajudar os seus funcionários com os problemas de saúde e segurança do meio ambiente de trabalho.

 Quanto tempo dura uma SIPAT

Segundo as normas, a SIPAT deve durar uma semana, e as palestras e atividades devem acontecer durante o horário de trabalho.

 Como organizar a SIPAT

Organizar e executar um evento não é tarefa fácil. Principalmente quando se trata de algo tão importante quanto a SIPAT. Para facilitar essa tarefa é importante que se organize e tenha um planejamento.

Para te ajudar trouxemos algumas das etapas mais importantes. Vamos a elas!

 Defina a equipe responsável

Um dos passos mais importantes é definir quem serão as pessoas responsáveis pela organização. Normalmente é a CIPA e os profissionais de Recursos Humanos que cuidam desse trabalho. Mas, nada impede que outros colaboradores também ajudem.

É importante ter pelo menos um membro com experiência em eventos, isso faz toda a diferença, então faça questão disso.

 

Delegue umcoordenador

Você vai precisar de um bom líder para a equipe, então encontre alguém para coordenar o trabalho de todos. Talvez seja o caso de escolher aquela pessoa que já tem experiência com gestão de eventos. Ela receberá um suporte do profissional de RH e também do presidente da CIPA.

 Crie um plano de ação

É hora de criar um planejamento para que a SIPAT saia do papel. Delegue as tarefas para cada um dos membros da sua equipe, de acordo com as habilidades de cada um e o que você pretende com o evento.

Tenha pessoas responsáveis por fazer a divulgação interna, assim como as pesquisas de temas para palestras e a organização da infraestrutura do evento.

Não esqueça de fazer reuniões periódicas, elaborar um cronograma e segui-lo.

Faça uma boa divulgação

Se você quer que os funcionários da sua empresa compareçam ao evento é importante que você invista na divulgação. Vale a pena usar cartazes bem como todos os meios de comunicação da empresa, desde e-mail, panfletos, até redes sociais e aplicativos.

Algumas outras formas de aumentar a adesão e engajamento dos funcionários são:

  • Incluir temas irreverentes;
  • Fornecer um coffee break;
  • Criar um dia aberto a família;
  • Intercalar palestras com dinâmicas;
  • Faça rodas de conversa;
  • Distribua brindes.

 Não se esqueça do feedback

O seu evento acabou e foi um sucesso! Mas sempre podemos fazer melhorias e para isso é importante que entenda o que o seu público achou e o quão efetiva foi a sua SIPAT.

É essencial também que você mensure os resultados e os avalie para ter uma base que será utilizada na realização da SIPAT do ano seguinte, a fim de resolver os problemas e implementar novidades. E então, entendeu direitinho tudo sobre a SIPAT? Não se esqueça de aplicar todas as dicas expostas aqui para conseguir um resultado ainda melhor.

Você também pode gostar

Você também pode se interessar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
Fale com um consultor