Nenhum comentário

Tudo o que você precisa saber sobre a norma regulamentadora 10!

Homem medindo voltagem dos fios - NR10

Para muitos profissionais, a NR 10 não é nenhum mistério e é bastante conhecida, como por exemplo, para quem trabalha na área de eletricidade.

Porém, em muitos casos ainda surgem dúvidas quanto a essa norma regulamentadora, como por exemplo:

  • O que é?
  • Para que serve?

Essas são questões bastante comuns que surgem nessa temática, mas que devem ser entendidas por todo empresário.

Isso porque, trata-se de uma questão essencial dentro de qualquer empresa: a segurança do trabalho.

Mas fique tranquilo, pois a partir de agora vamos te contar tudo o que você precisa conhecer sobre a NR 10.

Portanto, confira a leitura até o final!

O que é a norma regulamentadora n° 10?

Conhecida pela sigla NR 10, a Norma Regulamentadora de n° 10 estabelece o mínimo de requisitos exigidos numa empresa para que essa esteja de acordo com a segurança do trabalho.

Ou seja, ela denota uma série de exigências e condições que devem ser colocadas em práticas a fim de que se tenha garantia de que o ambiente de trabalho está apto em questões de segurança.

Esses requisitos devem ser cumpridos, pois através deles que se garante a segurança e saúde direta dos funcionários.

Por essa razão, dissemos que os trabalhadores da parte elétrica conhecem bem essa norma, pois se violada, eles podem ser submetidos a grandes acidentes, como choques graves ou até mesmo a morte.

Atualmente, existe 37 normas que regulamentam a segurança do trabalho, cada qual enfatizando diferentes temáticas, como prevenção e uso de equipamentos individuais (EPI).

Objetivo da norma regulamentadora 10

Já que entendemos o que é a NR 10, passa a ser muito mais fácil compreender qual é o seu objetivo, não é mesmo?

Pois bem, a finalidade de tal norma nada mais é do que o resguardo da segurança e saúde dos trabalhadores que estejam envolvidos com serviços elétricos, principalmente.

A norma regulamentadora 10 é obrigatória?

A NR 10 é obrigatória para todas as empresas públicas e privadas ou qualquer estabelecimento que tenha ligação com atividades relacionadas à energia elétrica.

A sua obrigatoriedade advém dos riscos que o trabalho, principalmente nessas áreas, pode trazer ao próprio funcionário.

Além disso, é necessário que todo funcionário autorizado a trabalhar com instalações elétricas tenha o curso de NR 10.

Tal curso, consiste num treinamento específico sobre segurança do trabalho e riscos que a energia elétrica pode ocasionar, bem como, como agir diante de situações de perigo.

Por essa razão, podemos afirmar que o principal objetivo do curso consiste em conscientizar trabalhadores de eventuais riscos e prepará-los a agir da melhor forma possível, evitando danos.

Portanto, ter um curso de NR 10 diferencia o trabalhador diante do mercado, tendo em vista que é uma exigência das empresas que trabalham no ramo de eletricidade.

Medidas de controle

A NR 10 ainda especifica que além de toda documentação e autorização que uma empresa deve ter para mexer com a parte elétrica, também deve adotar medidas protetivas.

Essas medidas protetivas devem ser consideradas tanto de forma coletiva, como individual.

Assim, nas medidas de proteção coletiva podemos citar a desenergização de equipamentos elétricos por meio de aterramentos.

Vale mencionar que em casos de carga superior a 75kW, deve existir uma espécie de manual contendo todos dados referentes as instalações elétricas do local.

Enquanto as medidas de proteção individual se caracterizam pelo uso de equipamentos de proteção individual (EPI), além de outros itens de segurança.

Quem pode trabalhar com energia elétrica segundo a nr 10

A NR 10 dispõe sobre alguns requisitos necessários para ser qualificado como um trabalhador na área de energia elétrica.

Portanto, podemos mencionar que o primeiro requisito para ser capacitado é a comprovação de curso específico sobre energia elétrica.

Assim, é importante que além da devida comprovação, o trabalhador esteja habilitado e com registro no conselho de classe.

Todos os requisitos para exercer a atividade profissional estão dispostos na NR 10, como por exemplo,

  • Trabalhar com responsabilidade profissional;
  • Seja capacitado com orientação;
  • Trabalhar apenas com habilitação e autorização;
  • Etc.

Quando o funcionário deve realizar o treinamento?

A NR 10 exige que sejam feitos treinamentos de capacitação, como os cursos que mencionamos anteriormente.

Contudo, vale mencionar que os cursos possuem um prazo de validade e que é importante (e necessário) refazê-los em alguns casos, como por exemplo:

  • Mudança de empresa;
  • Mudança de função;
  • Afastamento por mais de 3 meses;
  • Mudança de operações;
  • Etc.

Nesse sentido, podemos notar que, de uma forma geral, a NR 10 é bastante exigente e rígida de ser seguida.

Contudo, é importante que seus requisitos e normas sejam obedecidos atentamente por todos da empresa a fim de manter a seguridade e saúde de todos.

Conclusão

Essas são algumas informações acerca da NR 10, uma norma indispensável a segurança do trabalho.

Se restar alguma dúvida, deixe nos comentários!

Abraços!

Você também pode gostar
Segurança do Trabalho

Você também pode se interessar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu